4 detalhes importantes sobre fogões industriais

4 detalhes importantes sobre fogões industriais

São muitos os detalhes que nos passam despercebidos ao realizarmos compras. Mesmo as mais importantes. E acabamos aprendendo apenas através da experiência. Porém, fogões industriais são uma parte essencial da cozinha de um restaurante e precisam ser escolhidos com cuidado. Por isso, nada de sermos surpreendidos por detalhes inesperados. Fique por dentro de tudo com a gente!

1. Gás vs Eletricidade

Existem dois tipos principais de fogões: a gás ou elétricos. E cada um deles possui seus pontos positivos e negativos.

Custo

Como com qualquer outro investimento, a escolha de um fogão industrial envolve pesar tanto o custo da compra quanto o custo operacional a longo prazo.
Os fogões elétricos tendem a ser mais caros que os fogões a gás. Mas a diferença não é muito grande. O que pesa mesmo na decisão são os custos operacionais. Geralmente o gás custa menos que a eletricidade. Então, o fogão industrial a gás custa entre 10% a 30% a menos para operar diariamente. No entanto, fogões por indução só funcionam em contato com as panelas. Estes, podem, então ser ainda mais econômicos que os a gás.

Performance

Quando se trata da performance, a principal diferença entre fogões a gás e elétricos está na rapidez com que respondem a mudanças de temperatura. Fogões a gás respondem relativamente bem. Isso dá mais controle sobre a temperatura, o que é necessário para ter sucesso no preparo de certos pratos. Caso contrário, há grande chance de desperdícios.
Porém, os fogões elétricos possuem um cozimento rápido e eficiente.

Segurança

Lidar com um fogão a gás significa lidar também com a chama aberta. Isso o torna mais perigoso. Afinal, onde quer que haja uma chama aberta, há uma chance para queimaduras. Além disso, há também o risco de vazamentos de gás. Por isso, toda cozinha deve tomar as medidas de segurança necessárias para evitar acidentes.
Ainda que ter um fogão elétrico não signifique risco zero de queimaduras ou incêndios, eles são geralmente mais seguros. Além disso, também são mais fáceis de limpar devido à sua superfície lisa.

fogão industrial

Imagem: Shutterstock

2. Controle de temperatura

Fogões industriais, no geral, permitem um controle maior sobre a temperatura do que fogões comuns. No entanto, há entre os fogões a gás dois tipos que precisam ser considerados: fogões industriais de alta e baixa pressão.
Os fogões de alta pressão possuem uma temperatura muito mais difícil de controlar. Por isso, não são indicados quando a cozinha pede por temperaturas precisas no preparo de seus pratos. Os fogões de baixa pressão, por outro lado, permitem um controle de temperatura melhor que visa a qualidade no preparo de alimentos. Eles são mais caros, mas, já que possibilitam um controle maior sobre o uso de gás, são também mais econômicos
Existem também os fogões por indução que possuem um controle de temperatura ainda mais preciso já que utilizam-se de controle digital. Eles são os modelos mais caros, mas também os mais eficientes. Saiba mais sobre esse tipo de fogão industrial em outro de nossos blogs e descubra se vale a pena investir nele para o seu restaurante.

3. Programação

Os fogões mais modernos já contam com diversas opções de programação. Assim as preparações mais utilizadas na sua cozinha ficam gravadas na memória do equipamento e ele faz sozinho as mudanças de ambiente dentro da câmara. Pode-se escolher 20 minutos assando em convecção, e depois outros minutos para grelhar e deixar os alimentos mais dourados, por exemplo. Ele facilita o controle por parte da equipe, especialmente quando a demanda é alta. E propicia a padronização dos preparos, sem a chance de esquecimentos, queimas ou alimentos crus.

4. Design

Já sabemos que fogões de superfície plana, como é o caso do fogão elétrico e do fogão por indução, são mais fáceis de limpar. Além disso, fogões industriais em geral são feitos de maneira a evitar junções que acumulam alimentos. Mas pequenos detalhes no design do fogão industrial também são muito importantes. Uma cozinha profissional deve ser muito cautelosa com relação à bactérias e infecções alimentares. Por isso, quanto mais o design de um fogão facilite a limpeza, melhor será. Isso facilita e agiliza a higienização. Se um fogão possui cantos arredondados, por exemplo, isso também facilita a higienização e a limpeza.
Mas por que isso é tão importante? Pelo simples fato de que as bactérias espalhadas pelos vários utensílios e equipamentos da cozinha podem ser transferidas para o alimento que será servido ao cliente. E podemos fazer isso com nossas próprias mãos sem nem ao menos perceber. É o que chamamos de contaminação cruzada. Por isso, equipamentos devem ser limpos adequadamente. Não podemos esquecer que o fogão em especial está sempre sendo utilizado e está sempre próximo da comida a ser servida. Então, priorize fogões com design que não facilitem o acúmulo de sujeira!

fogão industrial

Imagem: Shutterstock


Esperamos que os detalhes tratados neste texto tenham esclarecido suas dúvidas e facilitando sua escolha! Caso queira saber mais sobre o que considerar ao adquirir um fogão industrial, visite um texto sobre o assunto no nosso blog!
Contudo, ainda que haja diferenças entre fogões industriais, os equipamentos Topema são desenvolvidos para sempre levarem economia para você. Seja qual for o tipo de equipamento escolhido, os custos operacionais serão menores que os de outras marcas. Então, o que pesa na escolha muitas vezes é a qualidade do equipamento. Quanto maior a qualidade, melhor a eficiência e a economia. Confira a seguir os fogões que temos disponíveis para você escolher:

  • Fogão Industrial a Gás: conta com queimadores em ferro fundido, corpo em aço inox e acabamento escovado em polímero ou pintura;
  • Fogão a Gás Premium 700: o diferencial da linha premium é seu alto rendimento de queima e baixo consumo de gás. Além de possuir algumas medidas de segurança, como o registro de acionamento de gás com sistema de segurança. Também conta com cantos arredondados que facilitam a limpeza!;
  • Fogão a Gás Premium 800: além do diferencial da linha 700, a linha 800 possui medidas um pouco maiores, bem como uma potência superior;
  • Fogão de Indução Premium 800: possui eficiência maior no tempo de preparo dos alimentos. Além de ter baixo consumo elétrico: economia de até 60% em relação aos fogões a gás e 40% em relação aos elétricos convencionais.

Não há uma resposta definitiva. Escolha o fogão industrial com o qual se sinta mais confortável e que se encaixe mais na sua cozinha profissional!