Quer montar um restaurante self service? Nós ajudamos!

Quer montar um restaurante self service? Nós ajudamos!

Para montar um restaurante self service, é necessário ter foco no cliente e atenção às normas da ANVISA!
Os brasileiros gastam em média 25% do salário em alimentação, e esse é um número que não para de crescer! Por isso, diversos empreendedores se interessam em investir na área gastronômica, mais especificamente em montar um restaurante self service. O formato é popular entre quem busca alimentação fora do lar e requer um investimento relativamente baixo. Se você quer empreender no setor, confira também nossas 7 dicas para montar um restaurante de sucesso!
Infelizmente, 35% dos estabelecimentos brasileiros de food service fecham já em seu primeiro ano. Para aumentar suas chances de sucesso, reunimos dicas sobre como montar seu restaurante self service. Vamos falar especificamente para o espaço mais nobre do estabelecimento: o salão de refeições.

Foco no cliente

O salão de refeições é destinado aos clientes e deve ocupar 60% da área do restaurante. Para que o público fique confortável, calcula-se que 100m² livres – sem colunas – comportem por volta de 20 mesas. Vemos muitos estabelecimentos mais populares não seguirem essas proporções. Portanto, é importante ter em mente que tipo de público seu restaurante quer cativar.
A das mesas não interferem apenas no conforto do cliente, mas também no trânsito de atendentes e garçons que circularão com pressa pelo espaço. Então, manter uma distância razoável entre as mesas também pode evitar acidentes e desperdício.
Além das tradicionais mesas e cadeiras, no salão de refeições devem ser disponibilizadas as cadeiras para crianças e para bebês. Isso aumenta o conforto das famílias que buscarem seu estabelecimento. Copos, pratos, talheres, guardanapos, saleiros, temperos diversos e palitos de dentes, por exemplo, também ficam à disposição do cliente. Porém, eles são muitas vezes esquecidos na hora de se montar um restaurante self service.

Como montar o buffet de um restaurante self-service?

O layout do buffet de um restaurante self service é famoso, e há duas boas razões para isso:

  • Facilitar a montagem do prato do cliente, que estará em uma fila;
  • Manter alimentos que precisam das mesmas temperaturas nos mesmos equipamentos.

Tradicionalmente um buffet se inicia pelos pratos frios e saladas, próximos de um balcão com pratos, talheres, copos e guardanapos. Depois, há o balcão térmico quente, uma seção de bebidas e sobremesas, chegando, por fim, à balança de pesagem. A ordem pode ser alterada levemente, mas é importante compreendê-la como um sistema que determinará o prato final do seu cliente.
É diferencialdo self service que os alimentos fiquem refrigerados ou aquecidos ao mesmo tempo em que acessíveis. Então, para que os pratos fiquem acondicionados adequadamente, é essencial ter um buffet refrigerado e buffet térmico quente. Também é bom colocar o Keep My Food em sua lista de itens para montar seu restaurante self service. Cada um desses itens tem sua importância no restaurante, não se tratando de apenas decoração.

Balcão térmico

O balcão térmico frio costuma estar no começo da sequência. Isso acontece porque muitas pessoas começam a montar o próprio prato por saladas ou itens mais leves. O balcão refrigerado tem a importante função de comportar os pratos frios, geralmente delicados e que estragam facilmente.
Segundo a ANVISA, alimentos frios não podem ultrapassar os 5 ºC e precisam ser repostos a cada 4 horas pelo menos. A reposição evita proliferação de microrganismos nos alimentos e garante uma apresentação mais agradável do prato para o cliente.
É possível encontrar diferentes dimensões de balcão self service. Outra solução é encomendar esses itens sob medida para seu salão de refeições. O importante é manter um certo padrão na decoração e pensar no visual e na praticidade oferecidos para o seu cliente.
Ao montar um restaurante self service, idealmente, você deverá buscar um balcão térmico quente e um balcão refrigerado. Recomendamos isso por que a separação conserva melhor os alimentos, aumenta o espaço e a flexibilidade para decoração.
o balcão térmico quente mantém os alimentos aquecidos por banho-maria ou resistência seca. Ele não deve cozinhar ainda mais a comida. O controle de temperatura serve para manter os pratos mais agradáveis. Porém, segundo a ANVISA, os alimentos servidos quentes devem permanecer a 60 ºC por não mais que 6 horas. Ou seja, também há regras para os pratos quentes!

montar restaurante self-service

Imagem: Shutterstock

Keep My Food

O Keep My Food é um equipamento que também tem a função de manter aquecidos os pratos já prontos. Mas tem o diferencial de ser mais compacto, podendo ser colocado em diversos pontos de um balcão de distribuição.
O Keep My Food mantém a comida aquecida e é importante para a apresentação dos pratos quentes ao público. É possível encontrá-lo em diferentes tamanhos. Eles podem ser até utilizados para destacar o prato especial do dia, por exemplo. O importante é não deixar de ter um equipamento de qualidade para conservar a temperatura do alimento à mão para montar seu restaurante self service.

Bebidas e sobremesas

É comum ver esses itens considerados “secundários” ao fundo do restaurante, ou completamente fora do alcance do público. Isso garante maior controle de estoque e até pode ser mais conveniente ao proprietário.
O problema disso é a falta de praticidade. Você precisará colocar um atendente apenas para entregar itens simples ou sobrecarregar alguém que já terá outras funções. Além disso, seu público pode não se sentir bem-vindo diante da situação.
Uma solução é deixar tudo para o final, perto da balança. Ela já precisará de um atendente por perto de qualquer maneira, então ele simplesmente irá registrar os itens consumidos pelos clientes em suas comandas.

montar restaurante self-service

Imagem: Shutterstock

Ao montar um restaurante self service, você precisa tomar muitas decisões econômicas, mas também precisa cuidar do bem-estar dos frequentadores. Por isso, não se deixe levar pela tentação de fiscalizar o comportamento dos clientes nos mínimos detalhes. Se você tem interesse no assunto, não se esqueça de conferir nosso post sobre como montar uma cozinha industrial! Reunimos dicas valiosas que vão levar você e sua equipe do 0 ao 100.