Compre Online Receba uma ligação

ESG: a sigla que vem chamando a atenção de investidores mundialmente

ESG: a sigla que vem chamando a atenção de investidores mundialmente

ESG é uma sigla que, em inglês, refere-se a Environmental, Social and Governance. Trata-se de um grupo de critérios muitas vezes utilizado por investidores conscientes que buscam avaliar as práticas de uma empresa. Ou seja, critérios Ambientais, Sociais e de Governança. Sendo assim, em português, também podemos nos referir a eles como ASG.

Mas o que esta sigla quer dizer exatamente? E por que ela vem chamando cada vez mais atenção? Neste blog, responderemos a estas perguntas! Você vai descobrir porque esses critérios são tão importantes e como mudam a forma como as empresas fazem negócio!

ESG: indicadores não-financeiros que determinam o sucesso de uma empresa

ESG é um critério que, como vimos, está relacionado a três fatores super importantes. Por meio dele, é possível avaliar como um negócio lida com questões sustentáveis, éticas e governamentais corporativas. Por essa razão, é bastante utilizado por investidores socialmente responsáveis interessados em medir como os negócios lidam com isso antes de investir.

Dessa forma, o ESG engloba um conjunto de indicadores de desempenho não-financeiro. Estão voltados para investimentos interessados no impacto a longo prazo que determinados negócios terão na sociedade e no meio ambiente.

Mas não é só isso. É importante ressaltar que esse critério também ajuda a determinar o desempenho financeiro futuro de uma empresa. Afinal, os pontos avaliados são de interesse cada vez maior desde o início da década. E não há previsão para que isso mude.

Em outras palavras: as pessoas estão cada vez mais preocupadas em ajudar o meio ambiente. Além disso, a sigla representa empresas de reputação e credibilidade, que possuem, por exemplo, boas práticas trabalhistas. Elas são confiáveis! Por isso, não é de se surpreender que sejam essas as empresas que terão uma chance muito maior de serem bem-sucedidas!

Tipos de Critérios Ambientais, Sociais e de Governança (ESG)

Ambiental

Os critérios ambientais são bastante amplos, mas focam, basicamente, em como uma uma empresa atua frente ao meio ambiente, Ou seja: de que modo causa impactos positivos ou negativos nesse sentido. Indicadores ESG podem avaliar o uso de energia pelo negócios, a produção e gerenciamento de resíduos, a poluição causada, a maneira como lida com animais ou recursos naturais etc.

Dessa forma, é possível saber claramente se uma empresa apresenta risco para a natureza, se ela está em conformidade com os regulamentos ambientais e, claro, se contribui com boas ações.

Social

Os critérios sociais analisam de que maneira a empresa se relaciona com a sociedade ao seu redor e, especialmente, com as partes envolvidas diretamente.

Assim sendo, os critérios ESG podem, por exemplo, medir quais são as condições de trabalho dos funcionários: a organização preza pela sua segurança e saúde? Além disso, ela tira vantagem antiética de seus clientes? Doa parte de seus lucros ou incentiva funcionários a realizar trabalhos voluntários? Qual sua relação com os fornecedores?

Por meio do critério social, portanto, pode-se enxergar como a companhia trata as pessoas!

De Governança

Por fim, os indicadores de governança do ESG avaliam como uma empresa é administrada. Se ela usa métodos contábeis precisos e transparentes, se costuma ter integridade e diversidade na seleção de seus lideres e funcionários, se age com responsabilidade diante dos acionistas, se é envolvida com conduta ilegal etc.

Com isso, vemos que é dessa forma que podemos ter certeza se um negócio é ou não de confiança.

Aplique o ESG à sua própria empresa

Como dissemos até aqui, o ESG é muito empregado por investidores. Mas nada impede que você também utilize esses indicadores para avaliar a sua própria empresa. Critérios ambientais, sociais e de governança (ESG) incentivam negócios a agir com responsabilidade, mas, mais do que isso, conduzem suas ações de modo a torná-los ambientes seguros, conscientes e de sucesso!

Nós da Topema, por exemplo, levamos indicadores ESG muito a sério e também fazemos de tudo para que nossos clientes também possam adotá-los em seus próprios negócios. Afinal, fazemos uso de tecnologia verde e diversos de nossos equipamentos, o que contribui bastante para as suas políticas ambientais.

Um exemplo disso é a Terraform Kitchen! Lembra que avaliar a produção e gerenciamento de resíduos de uma empresa conta como ESG ambiental? Com a Terraform Kitchen gerenciar esses resíduos passa a ser algo muito mais fácil e responsável. O lixo orgânico deixa de ser enviado para os aterros, onde prejudica a natureza, para ser transformado em adubo pela sua empresa. É tudo muito rápido e prático. Tudo para que empresas como a sua possam cuidar da natureza sem complicações?

Gostou da ideia? Clique aqui para saber mais. Também não deixe de entrar em contato conosco em caso de dúvidas!

X