Compre Online Receba uma ligação

Delivery ou drive thru: qual das alternativas é a melhor no cenário atual de pandemia?

Delivery ou drive thru: qual das alternativas é a melhor no cenário atual de pandemia?

Seja através do delivery ou do drive thru, os restaurantes do país – e de todo o mundo – estão adotando novas maneiras de atender aos clientes durante a pandemia. Neste blog, nós iremos discutir sobre as duas opções para descobrir qual é a melhor para o seu negócio!

O Drive thru

Um drive thru é um tipo de serviço oferecido por restaurantes para que o consumidor tenha a opção de fazer e receber seu pedido sem precisar deixar o conforto do seu carro. E, atualmente, sem deixar a segurança que o carro oferece.

O serviço de drive thru geralmente pede que o estabelecimento possua uma entrada de automóveis, a qual dá acesso a um caminho que circula o estabelecimento e pelo qual os veículos podem entrar e sair. Os clientes se aproximam de uma janela ou de uma caixa de microfone posicionada na entrada. Depois de realizar o pedido, o motorista deve dirigir até a outra janela para recebê-lo.

Esse é, porém, o modelo mais tradicional. Com a pandemia e com a necessidade de adotar tipos de serviços diferentes, os restaurantes têm se reinventado. Ao invés de fazer o pedido diretamente no estabelecimento, a opção mais fácil é adotar um sistema parecido com o do delivery. Ou seja: o cliente faz o pedido por um telefone ou aplicativo, por exemplo. Podendo, assim, ir até o restaurante apenas para retirá-lo e, também, sem sair de dentro do carro.

Essa última maneira garante, inclusive, que não seja preciso realizar uma grande adaptação na estrutura do restaurante, (o que exigiria um bom investimento). Além da necessidade de servir somente refeições de preparo rápido.

O que é essencial para colocar o drive thru em funcionamento?

Caso opte pelo modelo de drive thru tradicional, deverá ter em mente que a organização será parecida com uma linha de montagem. Sendo assim, a agilidade deverá ser precisa e constante. Daí a razão de os pratos vendidos precisarem ter uma preparação rápida. Ademais, é preciso ter em mente que o drive thru tradicional exige investimento para adaptar a estrutura física do estabelecimento.

Outro ponto importante, e que se aplica a ambos os modelos de drive thru, é a embalagem. Nesse caso, é fundamental que sejam práticas e funcionais. Afinal, seu cliente optou fazer o pedido no seu restaurante, que exigirá dele o deslocamento para retirá-lo. Ao invés de simplesmente optar pelo delivery. Então, seja qual for o motivo, ele pode preferir consumir o produto sem as comodidades de sua casa. Então é muito importante que as embalagens facilitem a tarefa.

Além disso, para os drive thrus com pedidos feitos fora do estabelecimento, é preciso considerar bem o sistema de pedidos. O WhatsApp, por exemplo, é uma melhor escolha caso você não deseje ou não esteja preparado para um alto volume de pedidos. Por outro lado, os aplicativos facilitam a organização de muitas comandas e a realização de pagamentos!

O Delivery

O delivery é uma opção de serviço bastante comum entre lanchonetes e pizzarias. O pedido é feito pela internet ou através do telefone. No entanto, diferente do drive thru, ele é levado até o consumidor e não ao contrário.

Antes mesmo da pandemia, o delivery já vinha ganhando popularidade. Até entre restaurantes que servem pratos mais elaborados. Assim, com o atual cenário, essa também se tornou uma alternativa óbvia para tentar compensar prejuízos. E a qual já estávamos mais familiarizados.

O que é essencial para colocar o delivery em funcionamento?

Primeiramente, o sistema de pedidos é algo essencial em um delivery. Por isso, mantenha em mente o que já dissemos sobre grandes volumes (aplicativos) e quantidades menores de pedidos (WhatsApp).

Outro ponto essencial para o delivery são os entregadores. Já que é o seu restaurante que fica responsável por levar a comida até o cliente. Aqui existem duas opções: contar com entregadores cadastrados nos próprios aplicativos de pedido e que, portanto, não pedem por uma contratação formal, ou contar com entregadores contratados formalmente. Essa opção é preferível quando há uma demanda grande de clientes ou quando a região de entrega do estabelecimento é mais limitada.

Por fim, as embalagens. Quando se trata de delivery, elas devem prezar a conservação do alimento pelo máximo de tempo possível. Uma vez que a refeição deve chegar em perfeito estado até o consumidor. Tanto no que diz respeito à sua temperatura quanto à sua montagem.

Drive thru ou delivery: considerações finais

Ambos os tipos de serviços possuem suas particularidades e devem ser escolhidos de acordo com as necessidades, assim como capacidade do seu negócio.

O drive thru pode ser tanto uma opção mais cara quanto uma opção mais barata. Isso dependerá se você optar ou não pelo sistema de pedidos. Porque, dessa forma, não haverá necessidade de realizar um grande investimento. E, ao contrário do delivery, não será necessário ter entregadores.

Além disso, é importante analisar qual é o perfil do seu cliente. O drive thru é voltado para estabelecimentos com consumidores que preferem retirar o pedido.

Em qualquer um dos dois, porém, a higienização deve ser feita com o máximo de cuidado. Desde o momento de preparo até o momento da entrega. E com eficiência! Essa é uma etapa que não pode ser negligenciada. Os clientes recorrem a estabelecimentos de confiança, que promovem a segurança de todos!

Recomendamos que acesse nosso blog sobre Esterilizadores que eliminam vírus e bactérias com eficácia e rapidez para aprender como realizar a esterilização durante todo o processo de preparo e entrega. E, claro, com facilidade!

E não esqueça também que, ainda que ambos sejam uma ótima alternativa, o serviço prestado deve sempre prezar a qualidade do produto. Assim como a agilidade e o bom atendimento. Caso contrário, a tentativa pode resultar em fracasso, já que agora, mais do que nunca, o que não falta são restaurantes oferecendo o mesmo tipo de serviço que o seu.

X