Compre Online Receba uma ligação

Siga essas dicas básicas para ter uma cozinha industrial ecoeficiente

Siga essas dicas básicas para ter uma cozinha industrial ecoeficiente

As pessoas estão se conscientizando mais e mais a respeito do efeito que suas ações podem ter sobre o meio ambiente. Como consequência, tentam contribuir com cada pequena mudança na rotina. Procurar e apoiar empresas baseadas em práticas sustentáveis é uma delas. Por isso, cozinhas industriais também devem fazer sua parte. Tanto para o bem da natureza quanto para o bem do negócio.

Neste blog, estamos trazendo algumas dicas para ajudar a transformar sua cozinha em um ambiente ecoeficiente. Você vai ver que não é necessário interromper suas operações diárias ou apostar em mudanças tão radicais para que isso seja possível. Vem com a gente!

Água

Não tem como não falar de economia de água quando o assunto são práticas sustentáveis. Então esse é um ótimo ponto pelo qual podemos começar a tornar sua cozinha industrial mais ecoeficiente. Confira algumas dicas:

  • Não prepare ou cozinhe com as torneiras abertas. Pode parecer algo simples, mas muitas pessoas deixam passar despercebido Por isso, tenha uma conversa com os funcionários e reforce a importância de ações simples como essa. Para complementar, é uma boa ideia instalar sensores nas torneiras para facilitar o ritmo de trabalho.
  • Não utilize lava-louças sem que o equipamento esteja com a carga completa. Isso evita desperdícios desnecessários.
  • Instale restritores de fluxo nas torneiras para que o uso de água seja limitado ao necessário.
  • Invista em equipamentos eficientes, desenvolvidos para poupar recursos. Como eles estão na base das operações de qualquer cozinha industrial, essa é uma medida super efetiva.

Energia elétrica

Cozinhas industriais quase não param. O fluxo de trabalho é sempre intenso. Por isso, não poderíamos esperar menos do que contas de energia com valores altos. Mas existem diversas práticas que podem ter um grande impacto financeiro e ambiental. Vejamos:

  • Desligue aparelhos quando não estiverem em uso — isso vale também para as luzes dos ambientes. Não tem por que deixá-los consumindo energia à toa, certo?
  • Tenha a manutenção sempre em dia. Equipamentos defeituosos consomem mais energia.
  • Invista também em equipamentos que consomem menos energia elétrica. Preze produtos de qualidade!
  • Certifique-se de que as portas dos refrigeradores fecham corretamente. Deixá-las abertas por acidente prejudica a conservação dos alimentos, assim como o seu bolso.

Compra de ingredientes para sua cozinha industrial

O próximo passo é considerar a origem — assim como as embalagens — dos ingredientes que você compra para a sua cozinha industrial. Preste atenção:

  • Procure fornecedores locais. Eles oferecem alimentos de maior qualidade, que não são transportados por longas distâncias (o que gera poluentes) e que são cultivados de maneira mais sustentável.
  • Procure suprimentos em geral que possuem o mínimo de embalagem possível, ou que venham em recipientes recicláveis ​​ou biodegradáveis. Evite plástico sempre!
  • Faça um esforço para investir tempo e espaço na criação da sua própria horta, empregando, claro, técnicas de cultivo sustentáveis. Como, por exemplo, aplicar adubo orgânico em vez de fertilizantes.

Desperdício de alimentos

Talvez o passo mais importante para que sua cozinha industrial se torne ecologicamente correta seja a redução do desperdício de alimentos. Então fique ligado para mais algumas dicas:

  • Congele alimentos que podem ser utilizados mais tarde.
  • Priorize ingredientes que podem compor diversos pratos.
  • Separe produtos que estão mais próximos da data de validade, para que sejam usados antes daqueles que possuem um prazo maior.
  • Doe comida excedente para instituições de caridade.

Porém, é inevitável que exista algum tipo de desperdício. Por isso, que tal encontrar maneiras de lidar com isso para que os resíduos não sejam enviados aos aterros sanitários. Aqui estão sugestões importantes:

  • Separe o lixo em resíduos orgânicos e inorgânicos
  • O lixo orgânico não precisa ser jogado fora. Pode, ao contrário, servir de matéria-prima para produzir adubo orgânico — que pode, inclusive, servir para a sua horta!

Confira nosso blog ”Sustentabilidade e economia com a Recicladora de Resíduos Orgânicos da Topema” para saber como fazer isso da melhor maneira para a sua cozinha industrial.

Não deixe de levar em consideração os resíduos inorgânicos, que também devem ser reciclados. Além disso, não se esqueça de separar o óleo utilizado. Procure na sua região um lugar que o colete e recicle.

Viu como nem tudo se resume a mudanças radicais? É possível ser sustentável com algumas iniciativas básicas.

Comece com as dicas mais simples que mostramos acima e evolua aos poucos. Lembre-se: todas elas trazem benefícios para o seu bolso e para o planeta!

Em caso de dúvidas, nos colocamos à disposição. Entre em contato conosco!

X