Compre Online Receba uma ligação

5 dicas para o bom funcionamento da cozinha do seu hotel

5 dicas para o bom funcionamento da cozinha do seu hotel

A cozinha de um hotel não deixa de ser uma cozinha industrial como qualquer outra. Contudo, ela apresenta, sim, certas particularidades que devem ser levadas em consideração para não prejudicar o serviço oferecido. As 5 dicas que preparamos, tendo isso em mente, irão te ajudar a planejar um layout próprio para esse tipo de negócio. Veja a seguir!

1. O tamanho ideal para uma cozinha de hotel

Na hora de estabelecer o tamanho correto de uma cozinha industrial, um método comum é considerar a quantidade de assentos disponíveis no salão. Sendo assim, para cada assento, que equivale a uma pessoa, temos 2 m ² para a cozinha.

Essa é uma boa estratégia para conseguir definir um tamanho eficiente para atender às necessidades das operações. Sem correr risco de prejudicá-las. Mas, infelizmente, ela não funciona bem em cozinhas de hotel.

A razão para isso é simples: esse método deixa de levar em consideração os hóspedes que podem solicitar o serviço de quarto. As cozinhas de hotel não precisam lidar apenas com os clientes do salão. Por isso, não é incomum que esses estabelecimentos tenham dificuldade em atender toda a demanda.

A frequência dos pedidos por serviço de quarto depende da sua capacidade de hóspedes, assim como do tipo de clientela atendida. Porque não são todos os clientes que o pedem. De qualquer forma, é imprescindível considerar um pouco mais de espaço na sua cozinha se você pretende oferecer esse diferencial.

Além disso, pode ser uma boa ideia limitar o cardápio do serviço de quarto a pratos que são preparados com rapidez e facilidade. Assim, os funcionários conseguem lidar melhor com todos os tipos de pedidos.

2. Acesso a corredores centrais e elevadores

Mais uma vez: o restaurante de um hotel não é um restaurante convencional. Você não vai poder se preocupar apenas com os clientes que estão no salão. Eles estão a alguns metros de distância, então não é um problema levar o pedido até eles. Mas e as pessoas que pedem serviço de quarto e estão em outras salas, ou mesmo outros andares?

Qualquer cliente, estando ele no salão ou em outro andar, tem as mesmas expectativas de ser atendido com um serviço rápido e de qualidade.

Por isso, é fundamental que cozinhas de hotel sejam projetadas com acesso rápido a corredores centrais e elevadores. Dessa forma, existirá uma rota mais direta para os hóspedes que estão em seus respectivos quartos. Reduzindo, assim, o tempo para sair da cozinha e chegar até eles.

3. Tenha um tráfego organizado na sua cozinha de hotel

Toda cozinha funciona por meio de um fluxo que está sempre em movimento. Por isso, não é de se espantar que uma cozinha com trânsito desorganizado acabe, inevitavelmente, levando a interrupções neste fluxo. Isso desperdiça tempo, assim como suprimentos e dinheiro. Sem contar que ainda contribui para a ocorrência de acidentes.

Isso se agrava ainda mais em cozinhas de hotéis, já que elas tendem a ter uma quantidade maior de funcionários trabalhando ao mesmo tempo. Por isso, projetar um espaço que comporte passagens pelas quais possam transitar duas pessoas confortavelmente, sem que haja colisões, ajuda muito para manter o ritmo e a segurança durante o expediente.

4. Seja flexível

Muitos hotéis estão acostumados a oferecer uma série de funções que vão além de atender ao serviço de quarto e ao salão do restaurante. Eles podem também organizar eventos variados. Que vão desde conferências empresariais a casamentos. Ou seja: são estilos bem diferentes do de um serviço de alimentação padrão. Uma conferência de uma empresa pequena pede por um buffet simples. Enquanto um casamento provavelmente exigirá um volume maior de comida, que deverá ser preparada de uma só vez.

O segredo para uma cozinha de hotel ser eficiente é levar em consideração o potencial que o estabelecimento tem para oferecer diferentes tipos de eventos. Isso quer dizer que é necessário incorporar essas variações ao design e também aos equipamentos. Mover mesas de preparação e equipamentos para personalizar o layout de acordo com diferentes necessidades fará toda a diferença. Assim, sua equipe trabalhará com eficiência, independente da ocasião.

5. Opções de armazenamento

Em razão do tipo de negócio, um hotel tem a possibilidade de armazenar itens não apenas na cozinha, mas em outros lugares também. Alguns desses itens devem, claro, sempre ser colocados na cozinha, por conveniência e segurança. Como é o caso de ingredientes crus, dentre outros alimentos. Mas louças excedentes e produtos de limpeza, por exemplo, não precisam ser necessariamente armazenados no espaço da cozinha. Isso dependerá do tipo de item armazenado.

Verifique se há a possibilidade de aproveitar espaços de armazenamento adicionais nas demais instalações do hotel. Essa estratégia aumenta o deslocamento em algumas situações, mas pode ser uma boa escolha porque poupa espaço. E a área que seria usada para guardar produtos, pode ser usada de uma maneira mais inteligente. Seja para tornar a cozinha do hotel maior e mais eficiente, ou para comportar mais clientes no salão.

Gostou das dicas? Então confira mais dicas para o sucesso do seu hotel em outros de nossos blogs! Veja alguns deles:

Aproveite e entre em contato conosco para mais informações!

X